quinta-feira, 30 de abril de 2009

PILATES NA REABILITAÇÃO



O método Pilates é bastante recomendado na reabilitação:

De disfunções músculo-esqueléticas:
  • Síndrome do piriforme,
  • Escoliose,
  • Espondolistese,
  • Espondilólise,
  • Espondilite,
  • Dor crônica na coluna lombar,
  • Síndrome do impácto do ombro,
  • Fibromialgia, entre outros...
Patologias que acometem as diversas articulações do corpo, como:


  • Artroses, 
  • Artrite reumatóide, 
  • Condromalácia patelar, 
  • Tendinites, 
  • Torções, entre outros...
Também pode ser indicado para a reabilitação de pacientes pós-cirúrgicos, que apresentam dor aguda, seqüelas neurológicas decorrentes de AVC's (acidente vascular cerebral), parkinson, distrofias musculares, entre outras. O trabalho de reabilitação é bastante utilizado em pacientes que se encontram no período pré e pós-parto.

Porém no início do processo de reabilitação os exercícios são facilitados como ajuda dos equipamentos de pilates, com a função de auxiliar a realização do movimento consciente ao estimular e desafiar a execução de forma tanto assistida como resistida.


 

Studio Pilates Daniela Costa

quarta-feira, 29 de abril de 2009

PILATES PARA ADOLESCENTES



Por estarem atravessando um período de crescimento rápido e intenso, o que ocasiona desajustes posturais e encurtamento muscular, muitas vezes acompanhados de dor.


A postura envolve uma relação dinâmica na qual as partes do corpo, principalmente os músculos esqueléticos se adaptam em respostas a estímulos recebidos. Muitas alterações posturais, em especial aquelas relacionadas com a coluna vertebral, têm sua origem no período de crescimento e desenvolvimento corporais, ou seja, na infância e na adolescência. Durante essa fase, as pessoas estão sujeitas a situações de riscos para a coluna, principalmente aqueles relacionados à utilização de mochilas e à postura sentada (para assistir televisão e utilizar o computador, por exemplo).
 
O Pilates nesta fase funciona como um ótimo trabalho preventivo, estruturando a postura, estabilizando as curvas fisiológicas da coluna, evitando escolioses e cifoses tão comuns nessa idade e melhorando o alongamento geral. Além disso, na medida em que fortalece a musculatura e aumenta a consciência corporal, o adolescente fica mais preparado para enfrentar os desafios característicos dessa etapa da vida com mais equilíbrio e menos dores.


 


Studio Pilates Daniela Costa

terça-feira, 28 de abril de 2009

PILATES PARA ATLETAS E DESPORTISTAS

DESPORTISTA FABINHO VIEIRA
ESCALADA

Muitos atletas e desportistas têm usado o pilates como complemento a seus treinamentos gerando ganhos, aliado ao esporte de alto rendimento.

O desempenho do atleta e desportista dependem não somente do treinamento esportivo, mas também da prevenção de lesões que possam prejudicar o treinamento do atleta e promover seu afastamento de competições.


Um dos fatores de risco para lesões no esporte estão relacionadas aos desequilíbrios musculares que podem estar presente no atleta devido à diferença de força e flexibilidade entre grupos musculares que atuam sobre uma mesma articulação. O tratamento dos desequilíbrios musculares consiste em promover o reequilíbrio das cadeias musculares, alongando-se a musculatura que está encurtada e fortalecendo a que está fraca. Um dos recursos utilizado com a proposta de promover o reequilíbrio muscular é o método Pilates.


Com isso o atleta e o desportista adquire uma maior consciência corporal e conseqüentemente um equilíbrio mente/corpo, refletindo diretamente na qualidade dos movimentos executados no esporte.






video
Studio Pilates Daniela Costa

segunda-feira, 27 de abril de 2009

PILATES PARA GRÁVIDAS



Durante a gravidez a palavra-chave do Pilates é a concentração. Os exercícios são lentos, com controle da respiração e total observação dos músculos trabalhados.

No caso das futuras mamães, é feita uma adaptação dos movimentos onde eles são suavizados. As posições de alguns exercícios também são modificadas para não entrar em choque com a anatomia da grávida. Os benefícios aparecem rapidamente.

A área pélvica é bastante trabalhada, assim como os glúteos e o abdômen. Isso dá maior sustentação para a barriga e para a coluna, alivia dores lombares, melhora a irrigação sanguínea, evitando inchaços e varizes. A respiração correta traz tranquilidade à mulher, auxilia a inspiração e a expiração no final da gravidez, quando a barriga avantajada pressiona o diafragma dando aquela sensação de falta de ar e, de quebra, pode ajudar no hora do parto normal. Uma aula de Pilates normalmente começa com trabalhos de respiração. Depois exercita-se a área pélvica, quando se consegue um equilíbrio e conhecimento dessa região, e a soltura das articulações. Na sequência, entram em ação os aparelhos para alongamento e tonicidade muscular. Para finalizar, um bom relaxamento.


Não existe uma regra para as futuras mamães que querem fazer Pilates. Tudo depende do aval do médico. Normalmente, se a mulher não se exercitava antes de engravidar, o melhor é começar depois do terceiro mês, bem devagarinho. A hora de parar também varia de pessoa para pessoa, se a grávida estiver bem e o médico permitir, ela pode fazer aulas até o fim. Conforme a barriga vai crescendo, a gente vai adptando os exercícios e, principalmente, respeitando os limites e sensações de cada uma.


Studio Pilates Daniela Costa

sábado, 25 de abril de 2009

PILATES PARA CRIANÇAS



O Método Pilates é uma das atividades mais indicadas para as crianças, uma vez que é dinâmico, e possui uma grande variabilidade de exercícios e aparelhos, conquistando-as de imediato. Por ser lúdico, relaxante e principalmente, trabalhar de forma globalizada toda a musculatura corporal, inclusive promovendo a reeducação corporal, é utilizado para corrigir as alterações posturais tão frequentes nesta fase da vida infantil. Os maus hábitos posturais adquiridos, no dia-a-dia, decorrentes do peso excessivo das mochilas escolares, da postura relaxada em frente à televisão ou ao computador e até mesmo a cadeira escolar, podem ser trabalhados através da prática dos exercícios do Método Pilates, proporcionando o fortalecimento e o alongamento muscular, além da conscientização corporal, com resultados rápidos e duradouros.

Por que as crianças devem praticar Pilates?Hoje, devido à modernidade, deixaram de brincar de subir em árvores, andar de bicicleta, brincar de correr, e isto faz com que deixem, também, de ter o seu crescimento natural, como devido desenvolvimento muscular, o alongamento necessário e evitando a obesidade infantil decorrente dos períodos longos em frente ao computador, video-games, ou TV. o Método Pilates contribuiria eficazmente, como no caso das crianças hiperativas, uma vez que seria beneficiadas com o ganho de atenção pela concentração e controle, e pelo relaxamento. Já nas crianças com desvios posturais, estas seriam beneficiadas com a reeducação postural e conscientização corporal, por estarem fortalecendo e alongando as musculaturas responsáveis pelo bom alinhamento corporal.

Crianças acima de oito anos já têm capacidade maior de concentração e atenção, fundamentais para o pilates, que trabalha a partir do auto-conhecimento do corpo. Por isso, as que possuem essa idade já podem praticar. Elas utilizam os mesmos aparelhos que os adultos, porém há uma adaptação para atender a altura delas. A professora utiliza almofadas, caixas de diferentes tamanhos e molas menores.




Studio Pilates Daniela Costa

sexta-feira, 24 de abril de 2009

PILATES PARA MELHOR IDADE








De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde) em seu documento “Envelhecimento ativo: Uma política de saúde”, uma atividade física regular e moderada reduz o risco de morte por problemas cardíacos em 20 a 25% em pessoas com doença do coração diagnosticada, além de reduzir substancialmente a gravidade de deficiências associadas à cardiopatia e outras doenças crônicas. Assim, o Método Pilates estaria enquadrado neste contexto para prevenção primária, secundária e terciária da saúde.(Revista Pilates).

Influência na Osteoporose

Na osteoporose há muita fragilidade do esqueleto e maior suscetibilidade à fratura após pequenos traumas, além de dores nas costas devido a contraturas musculares ou por microfraturas e deformidade da coluna com diminuição da altura da pessoa. Geralmente o fêmur e a coluna são as mais acometidas.

Nos exercícios de Pilates trabalha-se com exercícios de fortalecimento dos músculos envolvidos com estas estruturas e de extensão da coluna visando melhora da força muscular, condicionamento físico e coordenação (Frontera, 2001).

Influência na Flexibilidade

Instalada a osteoartrose no joelho e quadril, ela aumenta o custo energético para determinado esforço, dificultando a subida e descida de escadas. Em algumas situações, pode impedir a movimentação até em atividades simples como jardinagem e passeios em parques.O idoso consegue eliminar a rigidez da osteoartrose e grande parte da dor mediante a pratica contínua de exercícios de Pilates, ativando assim a circulação e diminuindo os espasmos musculares.


É importante para o idoso manter índices de flexibilidade, porque com isso consegue-se interromper a redução natural da flexibilidade. Assim os efeitos dos exercícios de alongamento são positivos independentes do aumento da flexibilidade (Achour Jr, 2006).

Influência na Postura
A postura incorreta faz mais do que diminuir a auto confiança e a dignidade: obstrui a respiração, tensiona os músculos e ligamentos e pode afetar adversamente as articulações da coluna, propensas a artrite, artrose e dor generalizada. As alterações de postura do idoso são: cifose constituída pela cifose dorsal e cervical – a cabeça é projetada para frente e os ombros ficam cronicamente curvados, repuxando apenas os músculos do pescoço; diminuição da curvatura lombar; aumento do ângulo de flexão do joelho e o deslocamento da articulação coxofemoral para trás e a inclinação do tronco para frente.

A rigidez articular e muscular que se instala nos idosos será trabalhada através dos exercícios do método Pilates, assim como a tensão em trapézios e paravertebrais que em conjunto com a “casa de força” levará a uma postura mais alongada.

Studio Pilates Daniela Costa

quinta-feira, 23 de abril de 2009

"Se sua coluna é inflexível aos trinta anos, você é um velho; se ela é flexível aos sessenta, você é jovem .” Joseph Hubertus Pilates.

O MÉTODO PILATES PODE SER PRATICADO POR:



  • Crianças;
  • Adolescente;
  • Adulto;
  • Maior idade;
  • Grávidas;
  • Atletas e esportistas;
  • Pessoas em fase de Reabilitação.
Benefícios do Pilates:
  • Aumento da capacidade respiratória;
  • Consciência Corporal;
  • Concentração;
  • Reeducação corporal;
  • Resistêcia muscular;
  • Musculos firmes, fortes e alongados;
  • Articulações saudáveis;
  • Redução do stress.

Studio Pilates Daniela Costa

domingo, 19 de abril de 2009

O MÉTODO PILATES E SEUS PRINCÍPIOS.

 
O Studio Pilates Daniela Costa é um programa de condicionamento físico e mental realizado através de exercícios em aparelhos próprios e no solo desenvolvidos a partir do Método Pilates .
A idéia central do Pilates é de que o exercício deve ser feito com movimentos precisos, ao invés de movimentos automáticos e repetitivos.





JOSEPH PILATES desenvolveu alguns princípios que atualmente estão revolucionando a vida moderna:










O CONTROLE é fundamental para a eficácia e segurança do treinamento físico e principalmente no MÉTODO PILATES.
O MOVIMENTO Fluidez, harmonia e beleza: Esta tríade define o que devemos buscar ao executar os movimentos durante o exercício.
PRECISÃO O Controle está diretamente ligado à precisão.
O CENTRO O domínio deste centro tem, como efeito, uma cintura mais delgada, um abdômen mais definido e uma melhora considerável da fisiologia visceral. Além de uma postura mais correta e forte.Definimos “centro” como uma faixa que envolve a região média do tronco , que vai do umbigo até a região lombar baixa.






RESPIRAÇÃO Pilates enfatiza a importância de manter a circulação do sangue pura. Este é o resultado de uma respiração adequada durante os exercícios, oxigenando o sangue e eliminando os gases nocivos.

CONCENTRAÇÃO Durante a execução dos exercícios, devemos estar concentrado ao centro de força (powerhouse) e ao mesmo tempo, observar cada movimento que compõe determinado exercício, bem como todos os fatores limitantes para a execução do mesmo.


Studio Pilates Daniela Costa